A possibilidade de estudar em Buenos Aires tem levado muitos jovens estudantes a abandonarem o Brasil. Antigamente, a cidade era alvo somente de estudantes de medicina, que escapavam do vestibular do Brasil e das altas mensalidades do curso de medicina, mas hoje a cidade recebe centenas de estudantes e das mais variadas áreas.

 

Cinema, Arquitetura, Artes e Música estão entre os cursos mais procurados depois de Medicina e motivos para embarcar nesse projeto é o que não falta. De acordo a depoimentos de alunos que contrataram os serviços de assessoramento da Buenos Aires Educacional, alguns dos fatores que motivam a um estudante a viajar para Argentina são:

  1. A busca pela experiência de viver e estudar em outro país, conhecendo de outra cultura, hábitos e costumes.
  2. Dominar outro idioma e conhecer pessoas de outros países.
  3. Destaque das Universidades Argentinas nos rankings internacionais.

 

Segundo os alunos, Buenos Aires é o principal destino na lista dos países mais econômicos com qualidade e excelência acadêmica. E não só o custo de vida é mais barato, comparado com países onde a moeda local é o dólar ou euro, mas os cursos são mais econômicos.

 

O curso de cinema, por exemplo, custa 5% do que custa nos EUA. O curso de medicina custa 30% do que custa no Brasil mas o melhor de tudo é que o estudante, mesmo sendo estrangeiro, pode ainda, ingressar em uma Universidade pública e gratuita. Para isso, basta contratar os nossos serviços de assessoramento universitário, dar início os seus trâmites de admissão na Faculdade e migratórios e depois viajar para Buenos Aires para começar a estudar.

 

O ingresso é bem diferenciado do brasileiro pela ausência do vestibular, então acaba sendo muito justo e igualitário para os jovens que desejam ingressar em uma Universidade.

 

Vantagens de Estudar no Exterior:

Entre as principais vantagens de estudar em Buenos Aires, estão:

01) Ingresso Sem Vestibular, Concorrência e Cotas: O método de ingresso é bem diferente do brasileiro, não existe vestibular, nem concorrência e nem cotas e os estudantes ingressam diretamente no primeiro ano acadêmico do curso.

 

02) O Reconhecimento Acadêmico Internacional: As Universidades Argentinas estão presentes nos rankings das melhores da América Latina e do mundo. Entre as 500 melhores do Mundo, a UBA é a 151º e nas melhores da América Latina ela ocupa o 15 º lugar. Além da UBA, outras 39 Faculdades Argentinas estão presentes entre as 500 melhores do mundo e 18 entre as 100.

 

03) Ampla Oferta Acadêmica: Existe uma ampla variedade de cursos de graduação nas Faculdades de Buenos Aires.

 

04) Argentina é um país vizinho: A distância que existe entre o Brasil e a Argentina é outro ponto positivo e com isso uma ampla opção de passagens aéreas e baixos preços, facilitando a visita de familiares e amigos e as idas nos feriados largos e nas férias.

 

05) Valorização Monetária: Com a valorização do real na Argentina, cursos que no Brasil custam partir R$5000,00 (cinco mil reais), em Buenos Aires tem Faculdades que oferecem a partir de R$1500,00 (dois mil reais).

 

A importancia de Estudar no Exterior e a inserção no mercado de trabalho:

A experiência de um intercâmbio te permite conhecer novas crenças, artes, leis, costumes, hábitos e tradições de um país e de uma cidade e ver as coisas desde um ponto de vista diferente, entendendo e respeitando as suas diferenças. Além disso, estudando no exterior você poderá conhecer e dominar um segundo idioma. No mundo competitivo do mercado de trabalho, quem mais se destacar ganha. Dominar outro idioma é sempre um forte argumento para ser destacado independente da área de atuação.

 

Mas estudar em outro país também te proporcionará mais do que conhecer e dominar outro idioma e conhecer de outra cultura. Se aprende muito, amadurecemos, nos tornamos pessoas mais organizadas, independentes e principalmente proativas. É que quando vivemos longe da nossa zona de conforto temos que desenvolver muitas habilidades de sobrevivência e são essas habilidades que o mercado de trabalho atual tem buscado nos profissionais, pessoas decididas, seguras e com poder de decisão e iniciativa.

 

Revalidação de Diploma:

Depois de finalizar o seu curso na Argentina e retornar para o Brasil, você deverá revalidar o seu diploma. É certo que em alguns casos, dependendo do curso, as empresas não exigem que o processo de revalidação de diploma esteja finalizada para efetivar a contratação do candidato então, se for o seu caso, isso não te impedirá de começar a exercer a sua atuação profissional.

 

Alguns Custos para estudar em Buenos Aires:

Antes de tomar a decisão de arrumar as malas e embarcar para Argentina é importante que você organize e coloque na ponta do lápis os custos que você terá desde o assessoramento até os seus gastos mensais em Buenos Aires. Em média, os gastos basicamente são:

Pacote de assessoramento R$2200,00

Passagem aérea R$1200,00 (dependendo do cotação do dólar e da sua cidade de origem)

Aluguel de um apartamento R$1500,00 (lembrando que você deve pagar no primeiro mês, três meses juntos) esse valor você pode dividir com outra pessoa caso decida compartilhar o apartamento.

Curso de espanhol R$2500,00

Curso de apoio ao CBC R$2500,00

 

Os gastos são estimados, não são fixos e são pagos uma única vez.

Depois de estar em Buenos Aires, o gasto fixo será entre R$2000,00 e R$2500,00 para os alunos que compartilham quarto em residência ou apartamento. 

 

Confira um orçamento estimado sobre o curso de vida em Buenos Aires:

custo de vida em buenos aires

 

Cuidados Importantes:

Ninguém quer chegar na Argentina e perceber que a realidade de Buenos Aires é totalmente diferente do que pesquisou e encontrou na internet, por isso é muito importante que você busque por fontes confiáveis. Vá além das informações do curso e da Faculdade, busque conhecer a cultura, os costumes, as dificuldades de viver em Buenos Aires e de se adaptar ao idioma.

Busque sobre os argentinos, sobre o que fazem nos finais de semana, como são e quais são as suas gírias. E principalmente, procure conhecer mais da gastronomia argentina para não ter um choque com a comida local.