Como estudar medicina na Argentina

Como estudar medicina na Argentina

Conheça as principais Universidades e saiba quais são os documentos solicitados na matrícula.
 
Saiba como estudar medicina na Argentina. Conheça as principais Universidades e saiba quais são os documentos solicitados na matrícula.

Onde estudar Medicina na Argentina?

Argentina reúne alguns dos grandes nomes de instituições com o curso de medicina, tanto públicas quanto particulares.
Entre as Universidades públicas, a UBA ocupa o 69º lugar no Ranking Mundial e 8º lugar no Ranking da América Latina. Já a UNLP ocupa o 541º lugar no Ranking Mundial e 21º lugar no Ranking da América Latina.
 
Entre as Universidades privadas, a UCA ocupa o 323º lugar no Ranking Mundial e 43º lugar no Ranking da América Latina. A Austral ocupa o 432º lugar no Ranking Mundial e 26º lugar no Ranking da América Latina. Já a USAL ocupa o 1201º lugar no Ranking Mundial e 201º lugar no Ranking da América Latina.
 
Mas essas não são as únicas opções de universidades com o curso de medicina. Só em Buenos Aires existem mais de 10 instituições. Tem para todos os perfis. 
 
 

O que fazer para estudar Medicina na Argentina?

Você precisa iniciar o seu assessoramento para tramitar os seus documentos e apresentar na Faculdade. O ingresso nas Universidades da Argentina é sem vestibular, então esquece essa história de processo seletivo e concorrência entre alunos.

Inicialmente você precisa conhecer as instituições, entender como funciona o ingresso de cada uma delas e quais são os requisitos para admissão e matrícula. Com isso, você define a Faculdade que mais se ajusta ao seu perfil e inicia o seu processo de assessoramento conosco.
 
Realizamos todos os trâmites que a Universidade exige, legalização, apostilamento de haya, convalidação de diploma, tradução juramentada e todos os trâmites do processo imigratório para aprovação do visto e emissão do DNI. Você só precisa focar no espanhol e aguardar o dia do embarque.
 

Como ingressar em medicina na Argentina?

Como o ingresso é sem vestibular, o acesso é livre para qualquer estudante, mesmo sendo estrangeiro. O ingresso ocorre por meio de um curso de ingresso de participação obrigatória para todos os alunos. 
 
A matrícula é realizada mediante a apresentação dos documentos solicitados, sem nenhuma prova. Confirmada a inscrição, você inicia o curso de ingresso do seu curso. 
Ele também não é seletivo, não tem concorrência entre os alunos. O objetivo das Universidades com o curso de ingresso é nivelar a todos os alunos entre si, de forma que todos os alunos comecem o curso com a mesma base de ensino.
 
Essa é uma grande diferença entre as Universidades Argentinas. Em algumas instituições esse curso de ingresso tem duração de quatro semanas, em outras de oito meses, em algumas tem aplicação de provas, e em outras apenas apresentação de seminários. Por isso é muito importante estar bem assessorado por um consultor e explorar as opções de Universidades para definir a que mais se adequa ao seu perfil.
 

O que eu preciso saber antes de estudar medicina na Argentina?

1- Não é porque não tem vestibular que é fácil.

As pessoas confundem muito isso do "não ter vestibular", como se fosse algo fácil, e não é. Eu gosto de usar a palavra justo. O ingresso nas Universidades argentinas é justo! Os estudantes, estrangerios ou argentinos têm a oportunidade de ingressar em uma instituição pública ou privada no curso que deseja, sem uma seleção e concorrência desleal. Agora lá dentro você samba muito para aprovar nas disciplinas. 

2- Sem espanhol não vai rolar, então foca no castelhano.

Você pode até viajar para Buenos Aires e conseguir sobreviver com um portunhol, mas na faculdade a conversa é outra. Os professores não falam devagar porque tem brasileiros na sala e você vai precisar se expressar bem nas questões dissertativas e orais, então foco no espanhol.
 

3- O método de ensino é diferente e você vai precisar ter uma postura mais ativa no seu processo de aprendizagem.

Na Argentina a metodologia de ensino é mais ativa. Os estudantes assumem o papel de protagonista no seu processo de aprendizagem, algo bem diferente da realidade acadêmica brasileira.

 

4- Ao finalizar a sua formação, será necessário revalidar o seu diploma no Brasil.

Todos os diplomas emitidos em um país, devem passar por um processo de legalização e convalidação para que seja reconhecido em outro, com o de medicina não será diferente. 

 

5- Morar em outro país não será sempre rosas. Em alguns momentos o processo de adaptação e ajustamento será um grande desafio.

É bem legal morar em outro país, você vai conhecer muitas pessoas legais, outra cultura, aprender outro idioma, é um máximo. Mas também será um desafio. O viver longe dos seus amigos e familiares, até que você comece a criar raízes na Argentina é um processo. Fora todo o processo de adaptação e ajustamento a essa nova realidade. Por isso, seja gentil com você, se acolha e se necessário busque ajuda para esse período.
 

Leia mais:

 
 

Somos uma agência especializada no processo de admissão em Universidades Argentinas, admitindo mais de 200 alunos por ano. Além de realizar todos os trâmites solicitados, oferecemos um curso preparatório para o exame de proficiência de espanhol e o processo imigratório para obtenção do DNI com visto permanente no país, seguro viagem, recepção e traslado do aeroporto, entre outros serviços.
buenosaireseducacional profile pic

Buenos Aires Educacional (@buenosaireseducacional)

cta-logo

QUER ESTUDAR EM BUENOS AIRES?

CONHEÇA AS UNIVERSIDADES QUE TRABALHAMOS.

cta-logo

QUER ESTUDAR EM BUENOS AIRES?

CONHEÇA AS UNIVERSIDADES QUE TRABALHAMOS.

QUEM SOMOS

  Atuamos desde 2011 assessorando estudantes brasileiros a ingressarem em Universidades Argentinas. Entre os nossos principais serviços, estão os trâmites de admissão e imigratórios, assim como cursos de espanhol preparatórios.

FALE CONOSCO

Rua Arthur de Azevedo Machado, 1459, Costa Azul, International Trade Center, sala 1603- Salvador/Bahia

Newsletter

Pesquisar